DuctorMarcus

IBOV deve corrigir, mas cria um alvo altista de 140.000 pts.

BMFBOVESPA:IBOV   Índice IBovespa
IBOV deve corrigir, mas cria um alvo altista de 140.000 pts.

Pode parecer loucura ao olhar hoje o IBOV nos 107.000 pontos e ver estudo de grafista falando do IBOV podendo chegar nos 140.000 pts. Olhando pelo diário isso parece uma obra de ficção, mas ao olhar o mensal eu não poderia omitir essa observação.
Pelo contexto político de 2022 essa alta seria possível no primeiro trimestre de 2022, depois disso, o mercado provavelmente ficará bem esquisito.

No gráfico diário do IBOV , podemos ver no desenho que ele foi exatamente na região demarcada como “zona para topo” e recuou. Outro dado importante nessa região é que o candle do dia 14/12/2021 deixou uma sombra enorme de topo. Esse movimento está fortalecendo a minha teoria de topo na região entre 107.500 e 109.000 pts.
No gráfico também podemos observar o alvo dessa correção, que seria nos 103.000 pts. A partir desse ponto, teríamos uma recuperação para o imediato rompimento da “zona de topo” com destino na região denominada “resistência 1” e “resistência 2”.
Se por algum milagre o IBOV resolver subir muito forte, tenho como alvo final de 2021 algo um pouco acima dos 118.000 pts identificado no gráfico como “Ponto XXXX”.

A partir de amanhã várias polêmicas serão analisadas nos EUA e isso já está trazendo tensão ao mercado. Apesar da presente tensão, acredito em uma forte alta no mercado dos EUA fechando 2021 com um novo topo histórico.

Continue acompanhando as próximas publicações no TradingView para ver como o IBOV poderá chegar nos 140.000 pontos.

Ductor Marcus +20 no Mercado Financeiro
MBA em Finanças com Ênfase em Mercado de Capitais, Advogado e Teólogo,
OBS. Todas as publicações NÃO são recomendações de compra ou venda de ativos, são meros estudos.
Aviso legal

As informações e publicações não devem ser e não constituem conselhos ou recomendações financeiras, de investimento, de negociação ou de qualquer outro tipo, fornecidas ou endossadas pela TradingView. Leia mais em Termos de uso.