MetodoOdin
Viés de baixa

Topo duplo confirmado por uma Estrela Cadente Doji

FOREXCOM:GRXEUR   Germany 30 CFD
Partindo do pressuposto que esse possível movimento de baixa que vai se iniciar seja somente um movimento de retração, devemos trocar essa negociação com um contexto de negociação de correção. Dentro desse entendimento devemos avaliar os seguintes conceitos técnicos, sendo eles:
1° Até que ponto esse movimento vai indicar que é somente uma reversão e não uma correção?
2° Quais são as regiões de briga que esse movimento vai precisar enfrentar até chegar no possível ponto de alvo?
3° Qual a correlação de risco retorno, partindo do pressuposto que uma negociação que oferece um risco/retorno inferior a ½ não se torna muito vantajosa uma vez que a negociação pode se desenvolver com maior dificuldade, devido a inicialmente ela ser um movimento corretivo.
4° Indicadores confirmam de forma secundaria que essa região é uma forte região de contexto para negociar a mesma? Acrescentar todos os pontos importantes nessa questão.

Respostas:
Uma vez que esse possível movimento que vai se desenrolar é um movimento corretivo do movimento impulsivo anterior, entendemos que regiões de retração de Fibonacci sendo elas as principais de 50% a 61,8% pode ser os pontos finais desse movimento, acrescentando também que temos ligeiramente abaixo da retração de 61,8% a média móvel de 200 períodos que tem grande poder de suporte/resistência dinâmico. Nessa região se encontra também suporte de preço.
2° Temos uma região na qual o preço precisa enfrentar para chegar no ponto que podemos especular como alvo, sendo essa região, suporte de preço que se encontra na região dos 12500,00 pontos.
3° Especulando que esse suposto movimento é um movimento corretivo/retração e não de reversão, a entrada que oferece um melhor risco retorno é utilizando a estratégia de entrada de 50% da barra gatilho, uma vez que caso executada oferece um risco retorno dobrado com relação a entrada mais clássica de rompimento da barra gatilho. Sendo assim a melhor entrada para esse cenário é a de 50% da barra na qual o risco retorno caso a mesma venha a ser executada seria de ¼ em comparação com a entrada clássica que seria de ½.
4° Posso juntar vários fatores técnicos que indica que aquele ponto do mercado, é um excelente ponto de virada do mercado, entre eles são: Região de resistência anterior, confirmando assim topo duplo. Região de alvo de Fibonacci do pivô de alta , sendo ali o ultimo alvo do pivô, 161,8. Utilizando o Estocástico, temos no mesmo uma divergência de topo na região sobre comprado. Por último temos um Candlestick clássico de reversão, sendo ele uma estrela cadente doji configurando um cenário de fake, ou falha de rompimento.
Observações finais:
Para evitar o risco de perder a negociação, uma vez que a mesma tem um potencial de sucesso alto, podemos posicionar duas ordens de entrada na mesma, sendo uma entrada clássica aonde a perca da mínima da barra gatilho executa a mesma, e uma entrada na retração da barra, na qual uma possível retratação da barra atual poderia executar a mesma. A primeira que for acionada, a outra entrada deve ser removida.

Entrada na retração de 50% da barra: Risco/Retorno: 1/4
Entrada: 12720 | Stop: 12850 | Alvo: 12200

Entrada no Rompimento/Mínima da barra: Risco/Retorno: 1/2
Entrada: 12621 | Stop: 12850 | Alvo: 12200

Instagram: @danieltenorio

Comentários

Início Rastreador de Fundamentos Rastreador Forex Rastreador de criptomoedas Calendário econômico Como Funciona Recursos gráficos Preços Indique um amigo Regras da Casa Central de Ajuda Soluções para sites e corretoras Widgets Soluções em Gráficos Biblioteca de Gráficos Lightweight Blog & Notícias Twitter
Perfil Configurações de perfil Conta e cobrança Indique um amigo Meus Tíquetes de Suporte Central de Ajuda Ideias Publicadas Seguidores Seguindo Mensagens Privadas Conversa Deslogar