ccastro

Dissecando a correção do Bitcoin

BINANCE:BTCUSDTPERP   Bitcoin / TetherUS PERPETUAL FUTURES
Esta análise reflete uma visão pessoal e tem apenas a finalidade de registro dos últimos movimentos técnicos do BTCUSD , não sendo recomendação de compra ou venda. Opere com responsabilidade e conforme a sua própria análise e gerenciamento de risco.

Legendas:
linhas roxas horizontais são topos e fundos de H1
linhas amarelas são linhas de tendencia
canais com linhas de retorno tracejadas
fibo em laranja
linha grossa amarela marca suporte/resistência forte em 48.5K
MACD com setas amarelas indicando divergências

BTCUSD começa um processo corretivo depois de perder um canal de alta, e o preço já atingiu 0.5 de fibo da perna de alta do canal perdido desde então. Uma análise detalhada do comportamento do preço ajuda a identificar padrões e procurá-los no futuro para realizar boas entradas.

Momento 01: perda do canal de alta que já vinha fraco não ultrapassando a sua linha média. já havia indicação de aceleração pelo alargamento que já vinha se desenhando nos time frames menores.

Momento 02: rompimento da LTB do alargamento (padrão que costuma reverter devagar depois de um movimento forte e exaustivo, exatamente como ocorreu), a região de 48.5K foi testada três vezes como suporte até que um trap acontece na resistência de 50.8K (novo topo para uma nova LTB) e o preço vem abaixo para perder 48.5K.

Momento 03: perde o fundo prévio sem convicção e volta a testar 48.5K como resistência (região de forte disputa) sem sucesso. cunha descendente confirmada.

Momento 04: perde mais uma vez o fundo prévio sem convicção, os ursos não conseguem avançar com o preço para muito abaixo do suporte. na sequência rompe a LTB da cunha.

Momento 05: briga demorada na região de 48.K mais uma vez, até que deixa um fundo mais alto e rompe de vez para atingir a retração de fibo 0.61 de toda a pernada de baixa (desde antes da perda do canal de alta até o terceiro fundo da cunha descendente). a partir daí temos um possível canal de baixa (vermelho) que encaixa com os três fundos da cunha descendente.

Momento 06: a partir do novo topo próximo de 53K, depois de perder a LTA, um novo possível canal de alta é projeto por dois topos (49K e 52.9K) e ligando ao terceiro fundo da cunha descendente (momento 04). inicia um movimento corretivo em um canal estreito de baixa.

Momento 07: ao tocar o fundo do canal projetado previamente convergindo com retração de 0.61 da perna de alta (momento 04 até o momento 06), o preço rompe o canal de baixa e sente resistência na região complicada de 48.5K que tb é a retração 0.38 de fibo da perna de baixa (06 até 07).

Agora o BTC está retestando a LTB do canal de alta que foi rompido, que tb é o topo anterior rompido, uma linha roxa (topos e fundos de H1) e o fundo do canal de alta recém formado. Uma entrada de long nessa região possuí um stop técnico em torno de 3%.
Comentário:
Uma visão mais ampla para "enxergar a floresta e não apenas olhar a árvore" mostra que os movimentos de queda são muito mais amplos do que as altas, que são construídas em passos curtos. Isso aumenta a confiança na formação desse novo canal de alta.
Comentário:
BTC rompe 0.61 da perna de baixa, indicando que era uma perna corretiva. Está uma zona de forte resistência dos ursos, onde na última tentativa de rompimento teve um trap. Compreensível se vier uma correçãoa partir daí, mas seria bem baixista perder a LTA do canal de alta, restando esperança no suporte na região de 48.4K.
Comentário:
Rompida a resistência de 51.5K. A primeira perna projetada para cima a partir do fundo marca possível alvo na região de 56K. Um padrão de topo que vem se repetindo é "lateraliza, perde fundo da lateralização e rompe pra cima".
Outro cenário, apesar de não gostar de Elliot, é que chegou ao fim essa perna de alta ao contar 5 ondas. Teve onda 2 simples e 4 complexa, a 3 não é a menor delas, então a 5 pode ser maior que a 3 (to the moon). Ainda há possibilidade de correção no tempo, em forma de consolidação, antes do BTC tentar buscar um novo ATH.
Comentário:
Retrações ficando cada vez mais fortes. Na última perna de alta, a primeira retração (1) perdeu 0.61, o que é normal na primeira onda (rejeição de fundo). As seguintes (2 e 3) elas mal retornam a 0.5 de fibo. Mas as duas últimas (4 e 5) perderam 0.61 e o stoch entrando em sobrecompra com o preço abaixo do topo anterior acende um alerta.
Comentário:
Desde a última atualização (acima), quando as retrações começaram a mostrar mais força no H1, o BTC ainda deu um último suspiro renovando topo histórico. Mas em seguida voltou abaixo da ATH, sinalizando um trap, forte indicativo de reversão. A última perna de baixa rompeu o fundo anterior do TF maior, confirmando um pivot de baixa. Agora está num forte suporte que já havia sido marcado. O próximo suporte forte fica na região de 47K, mas se chegar lá terá perdido 0.61 de fibo, aumentando a probabilidade de retestar o fundo em 43K.

Comentários