gabrielmatosinhos

Bitcoin, o que raios tem de tão especial no dia 5?

BITFINEX:BTCUSD   Bitcoin/Dólar Americano
Pode parecer até superstição, mas é no mínimo curioso.

No gráfico acima, é possível ver que a data 5 sempre marcou topos e fundos desde o início da correção. Não bastasse isso, a data 20 também é marcado por "respiros", ou melhor, pequenas correções da tendência em curso.

Obviamente isso foge de qualquer análise técnica, mas como não podemos deixar de realizar o nosso trabalho, vamos aproveitar para falar sobre a Teoria das Ondas de Elliott.

Se essa teoria foi criada para tentar projetar possíveis cenários baseados em ciclos de preço e emoção, claramente ela pode ser aplicada ao Bitcoin como demonstrado acima em seus ciclos de alta e correção.

Até hoje em nossas análises de preço do Bitcoin (desde Fevereiro), utilizamos o movimento de ondas, indicadores de suporte e resistência e livro de ofertas para determinar nossos pontos de entrada e saída. Nunca passaria por minha cabeça procurar uma abordagem de tempo para basear os ciclos, até porque não há o mínimo sentido se não descobrirmos o por que de tais dias serem tão especiais.

Porém, se tivéssemos utilizando a mera "coincidência", o nosso trabalho teria sido mais fácil. A má notícia é que se realmente os dias 5 e 20 forem determinantes para mudanças de tendência, eu acredito que essa "coincidência" pode estar perto do fim.

De qualquer forma, isso ainda nos servirá para redobrar a atenção e para detectar a próxima tendência de alta do Bitcoin que com certeza, em algum momento, inciará sua busca por seu novo topo histórico.

---
Se você tem alguma ideia do motivo desses dias serem tão importantes, deixe seu comentário!
Comentário: Novamente, o fundo foi marcado no dia 5.

https://br.tradingview.com/chart/muBu1mk...
Comentário: Gráfico atualizado.
Aviso legal

As informações e publicações não devem ser e não constituem conselhos ou recomendações financeiras, de investimento, de negociação ou de qualquer outro tipo, fornecidas ou endossadas pela TradingView. Leia mais em Termos de uso.