alexandressrocha

Padrão perigoso de 2013 agora em 2018

alexandressrocha Atualizado   
COINBASE:BTCUSD   Bitcoin/Dólar Americano
Estamos diante de um grande momento para o Bitcoin , seja esse para uma grande alta (conforme meus estudos anteriores) ou de grande queda (que só aconteceu em 2013 para 2014).
O padrão de mostro no gráfico (escala logarítima) somente ocorreu em toda a vida do Bitcoin em 2013 para 2014, quando o BTCUSD realizou uma correção abaixo da retração de fibonnaci da última alta e não conseguiu mais subir acima dela, e isso ocasionou em uma grande queda posteriormente. Vou postar a imagem nos comentários dessa queda de 2014.
O que acontece é que enquanto o BTCUSD não conseguir vencer a região de $9,946 ele não vai começar a tão sonhada grande alta, e ainda, corre o risco de cair novamente.
Porque?
1. O preço não conseguiu vencer a retração de 50% da "última alta" diversas vezes no semanal;
2. Ficou batendo exatamente na região entre a retração de 50% e 61,8%;
3. E agora mais uma vez bateu na retração de 61,8% (onde está agora).
Tudo isso baseado na retração da última perna de alta.
Vamos observar e marcar essa região como delimitador da mudança de tendência.
Comentário: Abaixo mostro o estudo do que ocorreu de 2013 para 2015.
Além disso, uma coisa muito importante dizer é que essa retração está com o mínimo de 0, ou seja, o valor para o início da retração para o preço chegar perto da retração de 61,8% é zero, e mesmo assim não chega, e isso significa que não existe um preço anterior que demonstre o pattamar dessa correção, e isso se repete agora em 2018.
Comentário: mais uma vez segurou na linha azul e caiu. muito perigoso esse padrão.
espero que o padrão das paredes ganhe desse... kkkkk
Comentário: Ainda não rompeu a zona de perigo. Ficar atento ainda. Os estudos de alta estão bem fortes contra esse estudo de baixa.
Aviso legal

As informações e publicações não devem ser e não constituem conselhos ou recomendações financeiras, de investimento, de negociação ou de qualquer outro tipo, fornecidas ou endossadas pela TradingView. Leia mais em Termos de uso.