WAFESA

O verdadeiro valor de uma Marca

Educacional
BMFBOVESPA:AAPL34   APPLE DRN
Mesmo com os papéis estrangeiros mais negociados na bolsa de valores brasileira em 2019. A Apple deixou de ser a empresa mais valiosa do mundo apesar de ser uma empresa de capital aberto e restrita para investimento de operações exclusivas para investidores qualificados, que possuem capital acima de R$ 1 mi
Suas acões podem ser negociadas por brasileiros e no Brasil através de Brazilian Depositary Receipts (BDRs), que são recibos de ações de empresas estrangeiras. É a operação inversa das brasileiras que têm papéis negociados em Nova York, através das American Depositary Receipts ( ADRs ),
O principal risco é a variação do dólar. A empresa pode se valorizar lá fora, mas se o dólar se apreciar (e o real cair), pode haver variação negativa, as operações são realizadas no Brasil e a liquidação é feita totalmente em real.
O problema é o preço muito elevado que a Apple está cobrando por seus novos iPhones a Apple errou ao elevar a mais de mil dólares o preço dos novos iPhones - sobretudo em um mercado muito saturado e repleto de concorrência.
A mudança nos preços não deve acontecer tão cedo, já que a expectativa da Apple para o seu segundo trimestre fiscal é de mais uma queda nas vendas e nas margens de lucro da empresa, avaliando que deve fechar o próximo período (entre janeiro e março de 2019) com receita entre U$ 55 bilhões e U$ 59 bilhões (pouco abaixo dos U$ 61 bilhões obtidos no mesmo período em 2018) e com uma margem de lucro entre 37% e 38% (também ligeiramente abaixo dos 38,5% usuais), informação que deverá refletir na queda do valor das ações da empresa nos próximos anos.

Comentários